BRILHA LA LUNA

NO RITMO RAGATANGA!
HITS DO GRUPO “ROUGE” EMBALAM MUSICAL IDEALIZADO POR DIEGO MONTEZ. “BRILHA LA LUNA” ESTREIA DIA 24 DE JANEIRO NO TEATRO LIBERDADE

O musical, que fez uma temporada de sucesso em 2019 no Rio de Janeiro (Teatro Prudential), é  uma produção da Lab Cultural, com texto de Juliano Marceano, direção original de Pedro Rothe (Elis – A Musical), direção musical e arranjos de Tony Lucchesi (Bibi – Uma Vida em Musical) e coreografias de Victor Maia (Meu Destino é Ser Star). Os figurinos são assinados por Ana Elisa Schumacher (Noite de Patroa). A ideia, segundo os idealizadores, nasceu antes mesmo da volta do grupo em 2013.

A ideia surgiu faz tempo. Uma das minhas melhores amigas, que é atriz e estava fazendo novela comigo na época, viveu em uma comunidade hippie até seus 16 anos sem acesso algum à tecnologia ou à cultura pop. Aquela história ficou tanto na minha cabeça que comecei a rascunhar a ideia de uma peça sobre essa garota que passa uma vida em uma aldeia afastada da cidade e cai de paraquedas no mundo frenético da televisão. No café onde eu escrevia o nome das primeiras personagens tocou Ragatanga. Foi ali que me ocorreu que “Aserejé” é um nome ótimo para uma comunidade alternativa e que esse tal ‘Diego’ que vira a esquina podia ser um mochileiro que apresenta todo esse universo a essa garota. Me juntei com o Juliano (Marciano, autor do texto) e começamos a desenvolver a dramaturgia em cima do repertório que a gente conhecia de cor: éramos fãs da banda de dormir na porta do estádio para ir no show”, diz Diego Montez, um dos idealizadores do espetáculo. 

A história tem como base a personagem Luna, que dá nome ao espetáculo, uma jovem que viveu toda sua vida na Comunidade de Aserejé, um refúgio hippie criado por seus pais escondido das grandes metrópoles. Ela vive uma vida tranquila, mas ao completar 18 anos, se vê órfã e sente que falta algo em toda aquela perfeição. É aí que ele vira a esquina, vê Diego e toda a história começa. O espetáculo passou pelo aval das integrantes do Rouge em 2017 e foi aprovado de cara.

Foi um dos momentos mais tocantes da trajetória da peça. Apresentamos, em 2017, uma leitura para elas e foi um momento muito lindo de troca. Elas se emocionaram, agradeceram o carinho e homenagem, e se demonstraram muito abertas na época. Ter a bênção das cinco seria essencial”, completa Diego. 

Uma das razões do Rouge ser a escolha para o espetáculo foi que, além de ser um dos maiores grupos pop do Brasil, é também o motivo que torna tão fácil escrever uma dramaturgia sobre, elas falavam para todos e por todos.

O espetáculo tem como premissa convidar a família toda, fãs do grupo e fãs de musicais a refletirem de maneira leve sobre sororidade, diversidade e o poder dos sonhos. Tudo que as meninas passaram em suas músicas e a que são causas tão urgentes hoje em dia. A maioria dos hits do Rouge estará presente em 1h30 de espetáculo.

Diego, um mochileiro que está de passagem pela comunidade encanta Luna levando ela acreditar que finalmente encontrou a última parte que precisava pra completar a vida perfeita.

Quando Diego parte de Aserejé, ela descobre que o endereço do garoto na cidade grande é o mesmo estampado em cartas que seu pai, então líder da comunidade, recebia enquanto vivo. Luna decide segui-lo atrás de respostas com a ajuda de Pedro, seu melhor amigo secretamente apaixonado por ela.

Ao chegar na cidade grande ela acaba participando por engano da seleção de um show de talentos televisivo que irá revelar a nova estrela pop do Brasil. No programa, Luna conhece um grupo de garotas que irão se tornar suas novas amigas: Calíope; uma excelente bailarina que não liga para os que a acham fora do padrão de peso; Tiffany, que tenta a todo custo fugir do estereótipo da menina rica e mimada; Thalia, uma drag queen fabulosa que tem uma queda por Dinho, o assistente de direção – “hétero” – do programa, e Lilith, uma tímida caipira que parece ser muito mais do que uma “boa menina”. Theodora a poderosa dona do programa, também vê em Luna um brilho especial que ainda não entende se pode ser uma faísca de grande talento ou um eco de seu passado misterioso.

Luna continuará em busca de respostas sobre quem ela realmente é ou irá se esquecer de tudo para se tornar a nova estrela da música?

O elenco de Brilha la Luna é composto por nomes conhecidos de teatro musical em seu elenco protagonista e jovens talentos estreantes que ajudam a contar a peça. A protagonista, Marcella Bartholo, foi selecionada por meio de um reality show, assim como as Rouge, entre quase 700 garotas. Clique aqui para assistir.

(Crédito: Divulgação)

FICHA TÉCNICA

ELENCO

Marcella Bartholo – Luna
Pamella Machado – Lilith
Robson Lima – Diego
Julia de Aquino – Calíope
Amanda Döring – Tiffany
Bruno Boer – Thalia
Matheus Paiva – Dinho
Fernanda Gabriela – Theodora
João Felipe Saldanha – Pedro
Guilherme Lopez – Cover Diego
Alicio Zimmerman – Cover Pedro
Laura Loup – Cover Luna
Ísis Mendonça – Cover Theodora e Calíope
João Lucas Martins – Cover Dinho
Yasmin Lifer – Cover Lilith
Luke Lima – Cover Thalia
Larissa Noel – Tiffany

EQUIPE CRIATIVA E DE PRODUÇÃO

IDEIA ORIGINAL: Diego Montez
TEXTO: Juliano Marciano
DIREÇÃO DE REMONTAGEM: Ana Elisa Mattos e Diego Montez
BASEADO NA DIREÇÃO ORIGINAL DE: Pedro Rothe
DIREÇÃO MUSICAL ORIGINAL: Tony Lucchesi
COREOGRAFIAS: Victor Maia
FIGURINOS: Ana Elisa Schumacher
DIREÇÃO DE ARTE Eduardo Ekermann
REALIZAÇÃO: LAB CULTURAL

SERVIÇO

TEMPORADA: De 24 de janeiro a 22 de fevereiro
LOCAL: Teatro Liberdade – Rua São Joaquim, 129, Liberdade / São Paulo SP
DIAS e HORÁRIOS: Segundas 24 e 31.01 às 20h | Segundas e Terças de 01 a 22.02 às 20h30
DURAÇÃO: 140 minutos
CLASSIFICAÇÃO: Livre

VENDAS (on-line): sympla.com.br
VALORES (on-line com taxa):
Premium – R$120 (inteira) + R$24 (taxa) | R$60 (meia-entrada) + R$12 (taxa) | R$90,00 (GLESP) + R$18 (taxa)
Plateia – R$100 (inteira) + R$20 (taxa) | R$50 (meia-entrada) + R$10 (taxa) | R$75 (GLESP) + R$15 (taxa)
Balcão A – R$90 (inteira) + R$18 (taxa) | R$45 (meia-entrada) + R$9 (taxa) | R$67,50 (GLESP) + R$13,50 (taxa)
Balcão B – R$80 (inteira) + R$16 (taxa) | R$40 (meia-entrada) + R$8 (taxa) | R$60 (GLESP) + R$12 (taxa)

VENDAS (bilheteria sem taxa): de terça a sábado das 13h às 19h. Domingos e feriados das 13h às 16h. Em dias de espetáculos a bilheteria permanece aberta até o início da apresentação.

*Clientes Glesp tem 25% de desconto nos ingressos inteiros mediante a aplicação do cupom, limitado a 4 ingressos por cupom. Válido para todos os setores.

VENDA COMBO “Brilha La Luna + Noite de Patroa” com desconto (somente bilheteria): até o final da temporada apresentando o ingresso de um dos dois espetáculos na bilheteria, a pessoa tem 50% de desconto no outro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s