O SOM E A SÍLABA

(Crédito: Priscilla Prade)

PREMIADA COMÉDIA MUSICAL DE MIGUEL FALABELLA, “O SOM E A SÍLABA“, RETORNA A SÃO PAULO. A partir desta sexta-feira (06), o espetáculo estrelado por Alessandra Maestrini e Mirna Rubim reestreia em curtíssima temporada de seis apresentações no TEATRO SANTANDER

Após o Governo do Estado de São Paulo anunciar um avanço na vacinação contra a COVID-19, ampliação nos horários de funcionamento de estabelecimentos dos mais variados setores da economia e um aumento na capacidade de ocupação dos mesmos, o cenário cultural da cidade volta a respirar. Graças a essas medidas, um dos musicais nacionais mais celebrados e premiados retorna oficialmente à cidade de São Paulo! Nos dias 6, 7, 8, 13, 14 e 15 de agosto de 2021 o público voltará a se divertir e se emocionar com a comédia musical “O Som e a Sílaba”, no Teatro Santander, localizado no Complexo JK Iguatemi. O espetáculo, vencedor de 6 estatuetas e com 42 indicações nas principais premiações do país, conta com texto e direção de Miguel Falabella e foi especialmente concebido para Alessandra Maestrini e Mirna Rubim viverem na pele as duas personagens principais. 

Os ingressos, que tem disponibilidade reduzida a 60% da capacidade total da casa, já estão à venda on-line e pela bilheteria oficial (sem taxa de conveniência). “O Som e a Sílaba” é apresentado pelo Ministério do Turismo e Santander, com realização da Maestrini Produções, conhecida por sempre deixar sua marca registrada de sensibilidade e bom humor em todos os projetos que realiza. Em sua essência, o slogan que retrata bastante o espetáculo: “porque a vida pode ser profundamente espirituosa!”

“O Som e a Sílaba” trata da relação entre Sarah Leighton (Alessandra Maestrini) e Leonor Delise (Mirna Rubim), duas mulheres muito diferentes. A primeira, jovem e com dificuldades em se enquadrar na sociedade, porém completamente única, por conta do diagnóstico de Síndrome de Asperger. Sarah é uma Savant: possui um autismo altamente funcional que, por um lado, lhe permite habilidades em algumas áreas, entre elas números e música; e que, por outro, faz com que ela se comunique com o mundo de uma maneira inusitada, gerando situações hilárias. Já a segunda, uma diva internacional da ópera com mais de 50 anos que, por acasos da vida, se tornou professora de canto. Direta, elegante, refinada e aparentemente bem resolvida. Aparentemente.

“A maioria dos savants conhecidos é homem”, diz Sarah.
“Os homens querem ganhar em tudo sempre!” responde Leonor.
“Nós estamos sendo cobradas até hoje por causa daquela maldita costela…”

Com diálogos e situações divertidas entre duas pessoas de universos tão distintos, acaba nascendo das diferenças uma cumplicidade; uma transforma a vida da outra, até que o público se pergunta: quem, de fato, está ensinando a quem?

O “Som e a Sílaba” celebra o mistério e a singularidade da mente humana, com um texto engraçado, cheio de afeto e comovente. 

Em torno dessa montagem reuniu-se uma equipe de categoria que constrói uma verdadeira pintura viva: o elegante cenário ficou nas mãos de Zezinho Santos e Turíbio Santos; a luz sensível de Wagner Freire complementa os premiados figurinos de Ligia Rocha e Marco Pacheco que, juntamente com o visagismo de Wilson Eliodoro, materializam os cativantes personagens do musical. O espetáculo conta com o design de som de Mario Jorge Andrade, que leva a experiência auditiva do espetáculo, com todos os números musicais cantados ao vivo pelas atrizes, para um novo patamar de excelência. 

O musical vem acumulando estatuetas e indicações nas principais premiações do país (Bibi Ferreira, Reverência, Aplauso, Broadway World Brazil Award, Prêmio Destaque Imprensa Digital e Prêmio Musical Cast):

Prêmios recebidos no total – 6

– 2 melhor roteiro original – Miguel Falabella
– 1 melhor direção – Miguel Falabella
– 1 melhor atriz – Alessandra Maestrini
– 1 melhor figurino – Lígia Rocha e Marco Pacheco
– 1 melhor cenário – Zezinho Santos e Turíbio Santos

Indicações no total – 42

– 9 indicações a melhor produção / melhor musical / melhor musical brasileiro – Maestrini Produções
– 7 indicações a melhor texto – Miguel Falabella
– 6 indicações a melhor direção – Miguel Falabella
– 7 indicações a melhor atriz – Alessandra Maestrini
– 3 indicações a melhor elenco – Alessandra Maestrini e Mirna Rubim
– 2 indicações a melhor atriz coadjuvante – Mirna Rubim
– 2 indicações a melhor cenário –  Zezinho Santos e Turíbio Santos
– 2 indicações a melhor figurino – Lígia Rocha e Marco Pacheco
– 2 indicações a melhor iluminação – Wagner Freire
– 1 indicação a melhor visagismo – Wilson Eliodoro
– 1 indicação a melhor direção de arte

FICHA TÉCNICA

Texto e direção: Miguel Falabella
Elenco: Alessandra Maestrini e Mirna Rubim
Design de luz: Wagner Freire
Design de som: Mario Jorge Andrade
Figurinos: Ligia Rocha e Marco Pacheco
Visagismo: Wilson Eliodorio
Cenário: Zezinho Santos e Turíbio Santos
Direção de produção: Deco Gedeon
Assessoria de imprensa: Motisuki PR – Regis Motisuki e Vitor Deyrmandjian
Apresentação: Ministério do Turismo e Santander
Realização: Maestrini Produções

SERVIÇO

TEMPORADA:  AGOSTO/2021 – 06 (sexta-feira), 07 (sábado), 08 (domingo), 13 (sexta-feira), 14 (sábado) e 15 (domingo)
HORÁRIOS: Sextas-feiras e Sábados às 21h | Domingos às 18h
LOCAL: Teatro Santander – Shopping JK Iguatemi – Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 2041
CLASSIFICAÇÃO: 12 anos
CAPACIDADE: 555 pessoas

VENDAS ON-LINE: www.sympla.com (com taxa de conveniência)
VENDAS NA BILHETERIA DO TEATRO (sem taxa de conveniência):
Atendimento Presencial: Todos os dias 12h às 18h. Em dias de espetáculos, a bilheteria permanece aberta até o início da apresentação. Auto-atendimento: A bilheteria do Teatro Santander possui um totem de auto-atendimento para compras de ingressos sem taxa de conveniência 24h por dia.
VALORES: De R$25,00 (meia-entrada) a R$110,00 (inteira)

PROTOCOLOS DE SEGURANÇA E SAÚDE
Para zelar pela segurança e saúde de seu público e funcionários, tudo será realizado seguindo as mais rígidas regras determinadas pelas autoridades sanitárias, para que todos se sintam seguros nesse momento de retorno. O público presencial será limitado a 60% da capacidade normal, e o teatro trabalhará com o mapa de lugares em xadrez, respeitando o distanciamento social de 1,5 metros, de acordo com os protocolos autorizados pelo poder público para a volta das atividades presenciais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s